segunda-feira, 2 de maio de 2016

PARA OTON ALENCAR, COPA DO MUNDO NÃO DEIXOU "LEGADO NENHUM" AO PAÍS

Por Clóvis Gonçalves
                        
Em entrevista à Rádio Metrópole em Salvador nesta segunda-feira (2 de maio), o senador baiano Otto Alencar (PSD) afirmou que a Copa do Mundo de 2014 não deixou nenhum legado importante para o país. De acordo com ele, o Brasil não aproveitou a chance de se promover para o restante no mundo.
"Infelizmente, temos que conviver com essa situação. A Copa do Mundo foi um desastre. Tomamos 7 a 1 com um time completamente desarmado. Foi uma coisa de promoção para o país que não tinha como suportar. Não fizeram nenhum benefício para o povo brasileiro", disse Otto Alencar.
"Não tiveram hospitais, maternidades, escolas, geração de emprego e renda. Legado nenhum ficou. O Aeroporto se arrastando, o governo se arrastando no pagamento. Têm empresas com débito sem receber os pagamentos do governo. É uma situação muito difícil que deixaram chegar", afirmou Oton Alencar.

o senador Otto Alencar (PSD), comentou o impeachment da presidente Dilma Rousseff e disse que o afastamento da petista é "inevitável". "No colegiado a avaliação é que provavelmente, na primeira votação, da admissibilidade, devem ter 51 ou 52 votos para que ela seja julgada. Essa é a avaliação que se tem lá. São 51 confirmados e alguns indecisos. O afastamento é inevitável. O próprio Palácio do Planalto tem consciência disso", falou.

Para o senador, as consequências do afastamento são "imprevisíveis". "É uma ambivalência muito grande. Uma é o vice-presidente com a caneta no poder e a presidente no Planalto sendo julgada. Acho que a lei deveria ser mudada. Essa situação deveria ser revista. No ano passado, entramos em recesso. Na minha opinião foi um erro contra o Brasil. Deveria ser tratado com urgência. Só se discutia em Brasília se o Cunha fica ou sai ou se vai ter o impeachment. O Brasil está com insegurança, insatisfação, desemprego alto, o investidor não tem segurança. Minha opinião é de que governo é governo, oposição é oposição e a crise é nossa. É uma situação muito grave e que inquieta todos nós", disse Otto.

FEIRA DE SANTANA: BALANÇO APONTA AUMENTO DE PRISÕES NA MICARETA

Por Clóvis Gonçalves

O índice de pessoas conduzidas e presas por uso e tráfico de drogas aumentou neste ano, durante a Micareta de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O número de casos saltou de 262, registrado em 2015, para 303, o que corresponde a um acréscimo de 15,6%, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (2 de maio) pela Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) Apesar do aumento das prisões, a SSP aponta que durante os dias da festa não houve Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIS), que incluem homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. 
A micareta começou oficialmente no dia 28 de abril e seguiu até 1° de maio. De acordo com a secretaria, o efetivo foi de mais de 10 mil policiais, incluindo representantes das polícias Militar, Civil e Técnica e do Corpo de Bombeiros. Com relação ao aumento de taxas, houve também acréscimo no número de pessoas que foram conduzidas à delegacia, o que totalizou 41 pessoas a mais do que no ano passado: o número passou de 501 para 541. Já a apreensão de armas de fogo e armas brancas (facas, tesouras e outros objetos perfurocortantes) teve redução de 33,3%, passando de seis para quatro casos. 
Além disso, os índices de lesão corporal grave ou leve apresentaram redução de 28,6%, enquanto as brigas e agressões, classificadas como vias de fato, tiveram uma queda de 82,9%. De acordo com a secretaria, também caíram em 37,6% os crimes contra o patrimônio, como furtos e roubos. Houve apenas um registro de tentativa de homicídio.(VozdaBahia)

SETE PREFEITOS BAIANOS SÃO DENUNCIADOS POR CRIME ADMINISTRATIVOS

Por Clóvis Gonçalves


Sete prefeitos baianos estão na mira da Justiça por crimes administrativos. A Justiça recebeu denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual, na última semana, contra os prefeitos de Serrinha, Candeias, Cícero Dantas, Capim Grosso, Sítio do Quinto, Medeiros Neto e de Camamu.
Em Serrinha, o prefeito Osni Cardoso (PT), foi denunciado por uso indevido de verbas públicas para a realização de reformas em prédios públicos. É o mesmo caso no município de Sítio do Quinto, com o prefeito Cleigivaldo Carvalho Santa Rosa, investigado por uso indevido de verbas públicas.
O gestor de Candeias, Sargento Francisco (PSD) é investigado por contratação indevida de empresas para a coleta de resíduos sólidos no total de mais de R$ 5 milhões, em 2013.  De acordo com a denúncia, um decreto municipal foi montado para burlar a exigência de licitação iniciada na gestão da então prefeita Maria Angélica Maia e continuada pelo atual gestor. Segundo o promotor José Emmanuel Lemos, a Prefeitura deveria realizar licitação para a contratação de empresas, após erros constatados no primeiro processo, e seguir todo o procedimento previsto na Lei 8.666/93, o que não ocorreu.
O prefeito de Cícero Dantas, Helânio Oliveira (PR) também foi denunciando por uso indevido de verbas públicas, após licitações irregulares para locação de veículos e coleta de lixo, além de contratações de escritórios de contabilidade, mediante dispensa indevida de licitação, no ano de 2013.
Em Capim Grosso, o tucano José Sivaldo de Carvalho é investigado por contratações de atrações musicais em festejos juninos promovidos em 2012.
O prefeito de Medeiros Neto, Nilson Vilas Boas Costa (PSB) foi denunciado por contratação irregular de serviços topográficos e a prefeita de Camamu, Emiliana Assunção Santos, conhecida como Emiliana de Zequinha (PP), responde por inexigibilidade indevida de licitação para a contratação de serviços de assessoria previdenciária.

DILMA MEXE EM HUM MILHÃO DE REAIS DO ORÇAMENTO

Por Clóvis Gonçalves

O Ministério do Planejamento publicou nesta segunda-feira (2 de maio) uma série de portarias que modificaram em R$ 1 bilhão o orçamento federal. Os principais programas que perderam orçamento foram o Farmácia Popular, o pagamento a Estados pela Atenção Básica à Saúde, o Censo Agropecuário do IBGE e os recursos para investimento nas Eletrobras. Com isso, os gastos nessas áreas terão que ser menores que o autorizado pelo Congresso.Os programas que mais tiveram o orçamento aumentado foram a compra de remédios e vacinas e o pagamento a procedimentos de média e alta complexidade de hospitais (Saúde), além de segurança para grandes eventos (Defesa). 
As portarias criaram os chamados créditos extraordinários no orçamento.Isso significa que a previsão de gastos para esses programas foi aumentada ou diminuída. Mas, como o governo contingenciou o orçamento porque as receitas estão abaixo do previsto, na prática o novo orçamento permite que os órgãos programem novos gastos, mas ainda não pode se transformar em pagamento.
A lei permite essas mudanças desde que o total aumentado seja igual ao que foi cortado.O programa Farmácia Popular perdeu R$ 315 milhões dos R$ 2,7 bilhões previstos no início do ano, segundo dados oficiais do orçamento. Como o programa já pagou efetivamente R$ 926 milhões até abril, para os oito meses finais do ano ele terá R$ 1,5 bilhão para gastar, o que em média é menos do que já foi pago nesses quatro primeiros meses.Esse orçamento foi colocado para a compra de remédios e vacinas.
Já o Piso de Atenção Básica para Estados, que é o quanto o governo repassa aos Estados para atendimento da população em postos de saúde, perdeu cerca de R$ 210 milhões. Esse dinheiro agora vai pagar grandes hospitais públicos e privados que fazem procedimentos de alta e média complexidade.A Eletrobras perdeu mais R$ 166 milhões de uma verba prevista para aumento de seu capital social.Conforme a Folha de S.Paulo mostrou na sexta (29 de abril), R$ 100 milhões desse dinheiro já haviam sido retirados para pagarem publicidade. Os recursos foram remanejados para o pagamento de despesas de Segurança para Grandes Eventos, ou seja, os Jogos Olímpicos.Em relação ao Censo Agropecuário do IBGE, que foi cancelado por falta de recursos, parte do orçamento previsto para ele, de R$ 125 milhões, foi realocado em vários programas administrativos do Ministério do Planejamento e do próprio IBGE. (Com informações da Folhapress.)

EX-PREFEITO DE ITABERABA É TRANSFERIDO DE HOSPITAL

Por Clóvis Gonçalves


Jadiel Mascarenhas sofreu um acidente na BR-242, após tentativa de assalto.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
O ex-prefeito de Itaberaba, Jadiel Mascarenhas, foi transferido na tarde deste domingo (1 de maio) do Hospital Geral Clériston Andrade para o hospital da Bahia, em Salvador. O estado de saúde dele continua considerando pelos médicos como grave. 
 
Jadiel chegou  a ser levado numa ambulância do SAMU até o aeroporto de Feira de Santana, mas a equipe médica achou mais prudente transferi-lo numa UTI Móvel da Cuidar. 
 
O ex-prefeito sofreu um acidente de carro na BR-242, na sexta-feira (29 de abril) após uma tentativa de assalto e, segundo informações do hospital, hoje pela manhã passou por uma cirurgia na cabeça, por conta do traumatismo craniano, e outra para realizar um procedimento de drenagem no tórax. (Deolhonacidade)

BANDIDOS EXPLODEM CAIXAS ELETRÔNICOS DO BANCO DO BRASIL DE UBAÍRA

Por Clóvis Gonçalves

Vários bandidos explodiram, na madrugada desta segunda-feira (2 de maio), terminais de caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil de Ubaíra, na região centro-sul da Bahia. Ao Blog Marcos Frahm, moradores relataram que estampidos de disparos de armas de fogo foram ouvidos.
 
Ainda segundo os relatos, os criminosos chegaram a deflagrar tiros em direção a residências próximas. As polícias Civil e Militar teriam sido acionadas, mas os criminosos já teriam deixado o local, fugindo, supostamente, pela Rodovia federal BR-420. 
 
No início desta manhã de segunda-feira, a informação repassada pela Polícia Militar de Ubaíra era de que a quadrilha estava a bordo de dois veículos e que os carros utilizados teriam sido interceptados na BR-116, próximo ao município de Santo Estêvão, na região de Feira de Santana. As informações também apontam que um dos criminosos teria tombado em confronto e os outros fugiram por um matagal.
 
As buscas permanecem sendo feitas. A agência ficará fechada nesta segunda-feira, e a assessoria do Banco do Brasil não soube informar quando ela volta a atender o público.